Última hora

Última hora

Bruxelas promete ajuda à Síria para auxiliar refugiados iraquianos e palestinianos

Em leitura:

Bruxelas promete ajuda à Síria para auxiliar refugiados iraquianos e palestinianos

Tamanho do texto Aa Aa

A União Europeia prometeu ajudar a Síria no apoio aos refugiados iraquianos que permanecem no território. O Comissário para o Desenvolvimento e Ajuda Humanitária foi a Damasco, onde esteve reunido com o presidente sírio, Bashar al-Assad. De acordo com números oficiais, dos quatro milhões de iraquianos desalojados, por causa da guerra, um milhão e 200 mil estão na Síria. Tem estatuto de “convidados”, não podem trabalhar, portanto não têm rendimentos nem perspectivas de futuro. Resta-lhes esperar que a situação melhore…

Mas os números de desalojados e de refugiados não pára de aumentar. Todos os meses 50 mil pessoas deixam as suas casas no Iraque. Mas, para além dos mais de um milhão de iraquianos que permanecem na Síria, o país acolhe ainda 430 mil palestinianos, que antes já se encontravam no território.

As dificuldades para o estado sírio são evidentes, precisa de dinheiro, pessoal humanitário, equipamentos, alimentos e medicamentos. A União Europeia prometeu ajudar. A Síria considera que também outros países, incluindo Israel, deveriam acolher mais refugiados.