Última hora

Última hora

Telefónica entra em força na Telecom Italia

Em leitura:

Telefónica entra em força na Telecom Italia

Tamanho do texto Aa Aa

Pela quarta vez desde a privatização, a Telecom Italia mudou de mãos. A Telefónica venceu a aposta italiana: a operadora espanhola de telecomunicações passou a accionista maioritária da holding Olimpia, que controla por sua vez a maior fatia individual da Telecom Italia. Aliada a um conjunto de investidores italianos, a Telefónica comprou o consórcio, ateriormente controlado pelo grupo Pirelli.

Muda assim a estrutura de accionistas. Antes, a Pirelli e a família Benetton detinham partes de 80% e 20% por cento na Olimpia, que por sua vez era accionista de 18% por cento da Telecom.

Agora, a Telefónica passa a deter 42,3% da Olimpia, rebaptizada Telco. As outras fatias ficam distribuídas por investidores como a Generali e os bancos Mediobanca e Intesa Sanpaolo. A família Benetton reduz a participação a pouco mais de 8%. A Telco passa a deter mais de 23% da Telecom.

Este negócio significa a saída de cena da Pirelli, que era até agora quem tinha a maior presença na estrutura accionista da Telecom. Desde 2001 que o patrão da Pirelli, Marco Tronchetti Provera, estava à procura de um potencial comprador. O grupo encaixou 4,1 mil milhões de euros com esta venda.