Última hora

Última hora

Turquia suspensa no veredicto do Tribunal Constitucional

Em leitura:

Turquia suspensa no veredicto do Tribunal Constitucional

Tamanho do texto Aa Aa

As autoridades turcas temem que as celebrações do primeiro de Maio possam aumentar a tensão vivida no país. Istambul encontra-se em alerta máximo para a possibilidade de grupos de esquerda tentarem violar a proibição de se manifestarem na praça Taksim, no centro da cidade.

Um risco que coincide com o clima de suspeição popular face ao actual governo. O Tribunal Constitucional turco deverá decidir nas próximas 48 horas se dá razão ao principal partido da oposição, que exige a anulação do resultado da primeira volta das presidenciais, por falta de quórum parlamentar para tomar a decisão.

Apesar do apelo do primeiro-ministro Erdogan à unidade, a vitória eleitoral do actual responsável da diplomacia, Abdullah Gull é também vista com desconfiança pelo exército.

Os militares acusaram ontem o governo, islamista moderado, de não defender os principios laicos da república. No domingo mais de um milhão de pessoas tinha-se manifestando em Ancara em nome da laicidade, temendo o controlo do Partido da Justiça e do desenvolvimento sobre os dois órgãos máximos de soberania do país.