Última hora

Última hora

Eleições antecipadas a 22 de Julho na Turquia

Em leitura:

Eleições antecipadas a 22 de Julho na Turquia

Tamanho do texto Aa Aa

Está confirmado. As eleições legislativas antecipadas turcas que deverão colocar um ponto final na grave crise do país vão ter lugar a 22 de Julhos. O parlamento adoptou a proposta da comissão constitucional.

Na origem da crise estiveram as eleições presidenciais que o tribunal constitucional invalidou por não haver quórum no parlamento.

O facto do único candidato, Abdullah Gul, ser islâmico, motivou as forças armadas a declararem que estariam prontas a defender o regime laico.

A crise colocou a nu a divisão entre os que defendem a laicidade do Estado e os que são a favor dos valores islâmicos. “Até agora não houve um presidente que tivesse uma mulher que usasse o véu, mas existe uma primeira vez para tudo”, disse uma muçulmana de Istambul.

“A mulher do presidente tem que estar com a cabeça descoberta. Não nos regemos pela lei islâmica. Não somos um Estado retrógrado”, refere um outro cidadão.

As eleições presidenciais vão ser repetidas este domingo. Para serem validas terão que estar no parlamento dois terços dos deputados.

O partido no poder, o AKP, voltou a propor o islâmico Abdullah Gul.