Última hora

Última hora

Reunião bilateral histórica entre EUA e Síria

Em leitura:

Reunião bilateral histórica entre EUA e Síria

Tamanho do texto Aa Aa

Na cimeira de Sharm el-Sheik, no Egipto, em que os Estados Unidos e a Síria aproveitaram para ter contactos directos históricos, os vizinhos e parceiros do Iraque subscreveram um plano de cinco anos que visa estabilizar a economia e as instituições políticas do país.

O contrato internacional de objectivos para o Iraque foi adoptado por unanimidade. A secretária de Estado norte-americana, Condoleezza Rice, reforçou o pedido do governo iraquiano de Nuri al-Maliqui “para os países credores anularem, na íntegra ou parcialmente, a dívida de cerca de 50 mil milhões de euros contraída pelo regime de Saddam Hussein.

A cimeira na instância turística do Egipto ficou marcada pela troca de palavras de cortesia política entre Rice e o chefe da diplomacia iraniana, Manouchehr Mottaki. Mas mais relevante foi a reunião bilateral de Condoleezza Rice com o ministro dos Negócios Estrangeiros sírio, Walid al-Moualem.

A reunião foi breve e cingiu-se apenas à violência interna no Iraque, mas foi a primeira vez que altos responsáveis dos dois países se reuniram depois de vários anos de relações tensas.

Uma mudança na atitude de Washington que sempre se recusou a dialogar directamente com Damasco e Teerão.