Última hora

Última hora

Tribunal compromete aspirações do Barclays sobre ABN Amro

Em leitura:

Tribunal compromete aspirações do Barclays sobre ABN Amro

Tamanho do texto Aa Aa

O banco holandês ABN Amro está impedido, por um tribunal, de vender a filial norte-americana LaSalle ao Bank of America. O tribunal comercial de Amesterdão ordenou o embargo do negócio, orçado em cerca de 15 mil milhões de euros.

A venda do LaSalle era uma das condições impostas pelo Barclays para prosseguir com a oferta de compra, superior a 63 mil milhões de euros, feita aos holandeses.

A decisão do tribunal pode significar a derrota do banco britãnico nesta batalha. Esta oferta foi aceite pla administração do ABN Amro.

Um consórcio, formado pelo Royal Bank of Scotland, pelo Fortis e pelo Banco Santander lançou, entretanto, uma oferta rival, superior à do Barclays. Sendo que uma das condições impostas é o fim da venda do LaSalle ao Bank of America.

Ou seja, a decisão judicial agora tomada vem mesmo a calhar para o consórcio. O LaSalle é um activo cobiçado pelo Royal Bank of Scotland.

Uma associação de pequenos accionistas do banco holandês está igualmente contra esta venda.

Se o fim do negócio for confirmado, o ABN Amro vai ter que pagar uma indemnização de 200 milhões de dólares, o equivalente a cerca de 150 milhões de euros.