Última hora

Última hora

"A França está de regresso à Europa"

Em leitura:

"A França está de regresso à Europa"

Tamanho do texto Aa Aa

Na hora da vitória Sarkozy fez um discurso virado para a unidade dos franceses e para o programa que vai seguir nos próximos 5 anos. O candidato triunfante disse que será o “presidente de todos os franceses e que falará por cada um deles. Esta não foi a vitória de uma França contra outra”, salientou.

O líder da UMP disse que pretende reforçar a identidade da França e dos franceses ao referir que irá “reabilitar o trabalho, a autoridade, a moral e o respeito. Vou restabelecer a honra da nação e a identidade nacional. Vou restituir aos franceses o orgulho da França”, insistiu.

Quanto à União Europeia, o futuro presidente gaulês afirmou que a partir deste momento a “França está de regresso à Europa. Apelo aos nossos parceiros europeus a não ficarem surdos à cólera dos povos que vêem a União Europeia, não como uma protecção, mas como o cavalo de Tróia de todas as dúvidas e ameaças que as transformações do mundo acarretam”, anunciou.

Para Nicolas Sarkozy a amizade com os Estados Unidos é inabalável e a “França estará sempre do seu lado quando precisarem”, mas sublinhou, que a amizade é também “aceitar a diferença de opiniões”. Nas palavras do futuro chefe de Estado, no dia 6 de Maio, “a França escolheu a mudança”. A tomada de posse de Sarkozy está marcada para o dia 16.