Última hora

Última hora

Airbus afunda contas da EADS

Em leitura:

Airbus afunda contas da EADS

Tamanho do texto Aa Aa

Os números da EADS, casa-mãe da Airbus, mergulharam no vermelho, no primeiro trimestre deste ano. O consórcio teve um prejuízo líquido de dez milhões de euros. Depois dos problemas com as entregas do A380, a EADS está a passar por um processo de reestruturação, que prevê a saída de 10 mil trrabalhadores. Os custos desse plano, chamado Power 8, pesaram nas contas agora publicadas.

Olhando para os números apenas da divisão Airbus, o prejuízo no trimestre foi de 69 milhões de euros, comparado com um lucro de 684 milhões, um ano antes.

As encomendas de aviões estiveram também em forte queda. Durante estes três meses, foram encomendados 51 aviões, ou seja, menos 19 que nos primeiros três meses de 2006.

Isto significa que a arqui-rival norte-americana Boeing está a recuperar o terreno perdido para a Airbus e volta a afirmar-se como número um, pelo menos em termos de encomendas.

O presidente da Airbus, Louis Gallois, diz que a subida do euro face ao dólar é responsável, em grande medida, por esta crise e que se a cotação da moeda única ultrapassar 1,40 dólares, podem vir a ser tomadas medidas excepcionais de redução de custos. 688 milhões de euros é quanto custou, até agora, aos cofres da Airbus o plano Power 8.