Última hora

Última hora

Banco Mundial adia decisão sobre Wolfowitz

Em leitura:

Banco Mundial adia decisão sobre Wolfowitz

Tamanho do texto Aa Aa

O Conselho de Administração do Banco Mundial concedeu a Paul Wolfowitz uma semana suplementar para responder às acusações de nepotismo. O painel composto por 24 nações tinha previsto para esta sexta-feira decidir sobre o futuro de Wolfowitz à frente da organização. Mas a decisão foi adiada para terça-feira 15 de Maio.

Enquanto continuam as pressões para a demissão do presidente do Banco Mundial, acusado de ter favorecido uma antiga companheira, os peritos receiam que o impasse afecte a imagem dos Estados Unidos: “ receio que, se não tomarmos a decisão certa e tentarmos por o Wolfowitz fora, vamos perder o apoio da Europa que é importante para as nações em desenvolvimento e poderia ser terrível para os países em desenvolvimento, e por outro lado podemos perder a capacidade para escolher o próximo presidente do Banco”, disse Steve Clemons, director do programa americano de estratégia da fundação New america.

Por outro lado, enquanto a situação de Wolfowitz se mantiver indefinida, os trabalhadores do Banco Mundial receiam pela credibilidade da instituição.