Última hora

Última hora

Blair diz adeus ao poder a 27 de Junho

Em leitura:

Blair diz adeus ao poder a 27 de Junho

Tamanho do texto Aa Aa

Durante uma década marcou a maneira de fazer política e tornou-se mesmo numa referência. Esta quinta-feira Tony Blair anunciou o dia em que abandona a chefia do governo britânico. Foi na sede do Partido Trabalhista, em Trimdon, na circunscrição pela qual se candidatou, quando foi eleito, que Blair acabou com o tabu e disse que a 27 de Junho deixa de dirigir os destinos da Grã-Bretanha.

“Podemos ter errado. Cabe a vós julgar. Mas acreditem numa coisa, o que eu fiz foi bom para o nosso país. Tomei posse com muitas esperanças para o futuro da Grã-Bretanha, vocês sabem. Parto com ainda maiores esperanças para o futuro britânico. Este é um país que pode estar excitado com as oportunidades sem permanecer melindrado com os perigos. As pessoas, dizem-me. É um trabalho duro… Nem por isso! Uma vida difícil é a dos jovens com grave deficiências e a dos pais que me visitaram no parlamento na outra semana.

Emocionado, Blair afirmou também que o país conheceu progresso em quase todas as áreas, como a educação, a saúde e o emprego, mas não deixou de salientar que foi responsável por decisões controversas, como a participação nas guerras do Afeganistão e do Iraque.

A rebelião de Setembro último, no interior do seu partido, levou-o a tomar a decisão de deixar a liderança dos trabalhistas e consequentemente, abandonar o número 10 de Downing Street.