Última hora

Última hora

Blair promete pôr fim ao suspense

Em leitura:

Blair promete pôr fim ao suspense

Tamanho do texto Aa Aa

O primeiro-ministro britânico, no poder há 10 anos, deverá anunciar hoje a sua demissão da liderança do Partido Trabalhista. O esperado anúncio de Tony Blair poderá acontecer a meio do dia, quando se deslocar a Sedgefield circunscrição de que é deputado desde 1983.

Até à sua saída efectiva, Blair continuará “completamente empenhado” no seu papel de primeiro-ministro,assegurando alguns dos seus compromissos, nomeadamente europeus, nas próximas semanas.

No entanto, o chefe da oposição David Cameron denunciou na Câmara dos Comuns um governo de “mortos-vivos”, manifestando-se preocupado por o anúncio de Blair poder levar a “ainda sete semanas de paralisia” até à sua substituição.
Tony Blair deverá anunciar que deixa a direcção do Partido Trabalhista e por consequência Downing Street, tendo em conta que o cargo de primeiro-ministro no Reino Unido é ocupado pelo líder do partido com mais assentos no parlamento.
Blair anunciará a sua saída após um dos seus maiores sucessos: a entrada em funções terça-feira do governo norte-irlandês, formado por antigos inimigos, protestantes e católicos, e dirigido pelo protestante Ian Paisley.