Última hora

Última hora

A nova ofensiva democrata para obrigar Bush a retirar do Iraque

Em leitura:

A nova ofensiva democrata para obrigar Bush a retirar do Iraque

Tamanho do texto Aa Aa

A maioria democrata do Congresso norte-americano aumenta a pressão sobre George Bush para que aceite retirar as tropas do Iraque. Uma semana depois do presidente ter vetado um projecto-lei de financimento, associado a um calendário de retirada, a oposição volta à carga com uma nova estratégia.

A Câmara dos Representantes aprovou a atribuição de metade do orçamento militar de 106 mil milhões de dólares exigidos pelo Pentágono. A aprovação da segunda metade dependerá de um relatório sobre os progressos no terreno, que deverá ser apresentado por Bush em Julho. O presidente afirmou que vai vetar a decisão, tendo ontem repetido uma vez mais, que, “a guerra no Iraque é indispensável para proteger os Estados Unidos, e que o debate dos deputados não toma em conta as consequências de um fracasso”.

Mas a discussão e o atraso na atribuição dos fundos militares, ameaça fragmentar o campo republicano. Vários deputados ameaçaram votar ao lado dos democratas, caso Bush não resolva a situação até Setembro. Fontes da Casa Branca, afirmam que Bush estará pronto a submeter a evolução da guerra a avaliações por objectivos, nomeadamente ao desempenho do governo iraquiano.