Última hora

Última hora

800 imigrantes clandestinos chegam a Espanha e Itália

Em leitura:

800 imigrantes clandestinos chegam a Espanha e Itália

Tamanho do texto Aa Aa

Em dois dias, desembarcaram no espaço europeu por via marítima pelo menos 800 imigrantes clandestinos. À ilha italiana de Lampedusa situada a 200 quilómetros da costa líbia chegaram 300 indivíduos a bordo de embarcações precárias. As autoridades espanholas registaram a chegada de 500 pessoas sem documentação.

O arquipélago das Canárias é uma das principais portas de entrada marítimas para os imigrantes provenientes da África Subsariana e do Norte. O ano passado chegaram a Espanha, por via marítima, cerca de 31 mil pessoas sem visto de residência, um número superior ao total dos quatro anos anteriores. A imigração está no centro do debate político no país.

Mariano Rajoy líder do Partido Popular comprometeu-se a pôr fim à legalização de imigrantes se ganhasse as eleições em 2008 – numa alusão à legalização de 570 mil estrangeiros levada a cabo em 2005 pelo governo de Zapatero.

Um líder socialista qualificou estas palavras de cínicas já que entre 1996 e 2004, durante o governo do Partido Popular, de que Rajoy fez parte, o número de imigrantes quadruplicou para atingir os 2,6 milhões.