Última hora

Última hora

Japão quer alterar constituição 60 anos depois

Em leitura:

Japão quer alterar constituição 60 anos depois

Tamanho do texto Aa Aa

A Câmara Alta do parlamento japonês aprovou esta segunda-feira uma lei que poderá conduzir a uma alteração histórica da constituição japonesa. A maioria de direita do senado votou favoravelmente a realização de um referendo nacional sobre a reforma do artigo nono do texto constitucional, segundo o qual o Japão está interdito de recorrer a qualquer força militar.

A lei fundamental data de 1946 e foi imposta pela ocupação militar norte-americana após o final da segunda guerra mundial. O partido Liberal Democrata japonês, no poder, defende que a cláusula pacifista em vigor é um obstáculo ao papel internacional de Tóquio, nomeadamente no que se refere às missões de manutenção de paz.

O primeiro-ministro Shinzo Abe, é o principal impulsionador da alteração constitucional e defende um texto mais adaptado ao presente. No entanto, uma sondagem recentemente publicada mostra que mais de 60 porcento dos japoneses é favorável à constituição em vigor.