Última hora

Última hora

Ministro do Interior palestiniano demite-se na sequência de confrontos em Gaza

Em leitura:

Ministro do Interior palestiniano demite-se na sequência de confrontos em Gaza

Tamanho do texto Aa Aa

O reacender dos confrontos em Gaza entre as forças do Hamas e do Fatah levou o ministro do Interior do governo de unidade nacional a demitir-se. Hani al Kouasmi, uma personalidade sem filiação politica, tinha sido encarregue da difícil tarefa de reunir as duas forças no seio dos serviços de segurança palestinianos.

Os confrontos do fim-de-semana, que prosseguiam esta manhã no norte de Gaza, põem no entanto em causa a trégua entre os dois movimentos firmada em Meca em Fevereiro. Ao início do dia uma emboscada do Hamas contra o porta-voz do Fatah na cidade, Maher Meqdad, provocou a morte de pelo menos dois guarda-costas.

Os escritórios dos dois movimentos foram pouco depois incendiados por militantes rivais, e registaram-se ataques contra zonas protegidas pelas respectivas forças de segurança. Desde sexta-feira que os confrontos causaram pelo menos oito mortos e quase duas dezenas de feridos.

No domingo à noite os negociadores egípcios tinham conseguido que os dois lados chegassem a um novo acordo de cessar-fogo, o segundo desde Fevereiro. O entendimento previa a retirada das ruas de Gaza dos militares e a troca de prisioneiros entre as duas formações.

O Fatah afirmou que não vai permitir que o reacender da violência fracture o país. Os activistas do Hamas acusam o presidente Mahmoud Abbas de ter violado a trégua de Fevereiro ao não retirar os seus homens armados das ruas de Gaza, como tinha sido acordado.