Última hora

Última hora

Casa Branca tenta o tudo por tudo para salvar Paul Wolfowitz

Em leitura:

Casa Branca tenta o tudo por tudo para salvar Paul Wolfowitz

Tamanho do texto Aa Aa

Os erros de Paul Wolfowitz não justificam a sua demissão, segundo a Casa Branca. O porta-voz Tony Snow renovou hoje o apoio de Bush ao presidente do Banco Mundial, um dia depois de um relatório de uma comissão de inquérito da organização o acusar de ter violado regras internas ao conceder um aumento salarial à companheira.

O documento avança ainda que o presidente teria pedido expressamente a um responsável que não informasse o comité de ética do aumento. Wolfowitz considerou o relatório “desquilibrado e tendencioso”, ao mesmo tempo que Washington aumenta as manobras diplomáticas junto dos países membros que pedem a demissão do responsvel, nomeadamente vários países europeus.

Wolfowitz tinha pedido desculpas em Abril justificando o aumento da companheira como uma de forma de compensar o seu afastamento do Banco Mundial, para evitar um eventual conflito de interesses. O futuro do presidente no cargo deverá voltar a ser discutido, quarta ou quinta-feira pelo conselho de administração do Banco Mundial.