Última hora

Última hora

Thomson e Reuters apresentam detalhes da compra

Em leitura:

Thomson e Reuters apresentam detalhes da compra

Tamanho do texto Aa Aa

O grupo canadiano Thomson anunciou esta terça feira os pormenores da compra da agência de notícias britânica Reuters. 12,8 mil milhões de euros é o valor da compra, que vai dar origem ao maior grupo de informação financeira do planeta. O negócio vai ser feito com dinheiro e acções. Cada accionista da Reuters vai receber o equivalente a cinco euros e uma 16ª parte de uma acção da Thomson, por cada papel da Reuters.

Explica Richard Harrington, presidente da Thomson, “trata-se de dois grupos muito virados para o cliente. Esta combinação vai permitir servir melhor os clientes, sobretudo neste mercado, muito competitivo e dinâmico”. Diz ainda que “não quer falar em sinergias e o importante é mesmo consolidar e seguir em frente”.

As duas empresas vão deter, juntas, uma quota de mercado de 34%, batendo assim a norte-americana Bloomberg que é, até agora, a líder mundial neste sector. A Dow Jones Newswires, também americana, ocupa o terceiro posto. Esta fusão vai gerar um volume de negócios combinado no valor de pouco menos de nove mil milhões de euros. As duas empresas juntas vão ter 49.000 postos de trabalho. A Reuters tem 196 delegações, espalhadas pelo mundo, e emprega 2400 jornalistas em 131 países.