Última hora

Última hora

Kostunica contra a independência do Kosovo

Em leitura:

Kostunica contra a independência do Kosovo

Tamanho do texto Aa Aa

O parlamento sérvio aprovou o novo governo depois de quatro meses de negociações. Este acordo permite a recondução de Vojislava Kostunica no cargo de primeiro-ministro. O novo executivo conta com 13 ministros pró-ocidentais e 25 nacionalistas moderados. O acordo de coligação prevê a criação de um conselho de segurança sob tutela do presidente que supervisionará os serviços de segurança, enquanto o partido de Kostunica deverá ficar com o ministério do Interior.
“A Sérvia precisa de estabilidade”, defende Kostunica, “acredito que com o novo executivo está garantida e pretendemos no futuro discutir um estatuto para o Kosovo”.

Sob a pressão de Bruxelas, o primeiro-ministro Vojislav Kostunica aceitou coligar-se com o partido do presidente pró-ocidental Boris Tadic, para garantir a eficácia da cooperação com o tribunal penal internacional na captura de criminosos de guerra, assunto que esteve na base da suspensão das negociações de adesão à União Europeia, numa altura em que Radovan Karadzic e Ratko Mladic continuam a ser procurados por crimes de guerra.
Desde Janeiro que Bruxelas esperava a formação de um governo pró-europeu em Belgrado.