Última hora

Última hora

Cimeira Rússia-União Europeia envolta em crise

Em leitura:

Cimeira Rússia-União Europeia envolta em crise

Tamanho do texto Aa Aa

O embargo à importação de carne polaca é apenas um dos muitos temas a dividir Bruxelas e Moscovo. Há mais de um ano que a Rússia proibiu a importação de carne vinda da Polónia, alegando falsos certificados sanitários emitidos pelas autoridades polacas. Um embargo que deu à Polónia o direito de vetar a abertura de negociações para uma parceria estratégica reforçada entre a União Europeia e a Rússia.

Uma parceria fulcral para Bruxelas, que tem em Moscovo o seu principal fornecedor de energia. O acordo energético actualmente em vigor termina em Dezembro, e os europeus bem gostariam de o renegociar, obrigando os russos a garantir o fornecimento. Actualmente, é a Lituânia quem sofre os cortes energéticos. Há dez meses que a Rússia interrompeu os fornecimentos à refinaria lituana, a única existente nos países bálticos.

Outro país báltico, outro problema. Moscovo não viu com bons olhos que as autoridades da Estónia tivessem decidido transladar a estátua do soldado do exército vermelho do centro de Talin para um cemitério militar dos arredores.

E a União Europeia, por seu lado, está preocupada com os direitos humanos e as liberdades fundamentais. Ver o xadrezista Garry Kasparov detido, a denunciar um regime criminoso e um Estado policial foi algo que marcou a Europa. Foi apenas o mês passado, quando duas manifestações anti-Putin foram violentamente reprimidas, em Moscovo e em São Petersburgo.