Última hora

Última hora

Republicanos e democratas chegam a acordo para reforma da imigração nos EUA

Em leitura:

Republicanos e democratas chegam a acordo para reforma da imigração nos EUA

Tamanho do texto Aa Aa

Senadores republicanos e democratas chegaram a acordo para uma reforma da política de imigração dos Estados Unidos. Um projecto que prevê o reforço das fronteiras e abre o caminho à legalização de milhões de imigrantes clandestinos. O senador democrata Edward Kennedy, que liderou a maratona negocial, disse que “o plano não é perfeito, mas constitui um projecto forte e uma solução digna. Apenas um acordo bipartidário poderá passar a lei”.

O texto serve de base ao projecto-lei que será debatido no Senado a partir de segunda-feira. Para se converter em lei, a iniciativa precisa de ser aprovada pelas duas Câmaras do Congresso e subscrita por George W. Bush.

O presidente norte-americano afirmou que “o acordo conseguido (esta quinta-feira) irá reforçar as fronteiras mas, sobretudo, irá tratar as pessoas com respeito”. Bush explica que “é um projecto através do qual as pessoas que vivem no país, serão tratadas sem amnistia, mas também sem animosidade”.

O acordo bipartidário ontem concluído prevê o reforço dos controlos fronteiriços, institui programas de trabalho temporário por períodos de dois anos – após o qual cada imigrante deve regressar ao país de origem – e abre a via à legalização de todos aqueles que chegaram aos Estados Unidos antes do início do ano.