Última hora

Última hora

Confrontos no norte do Líbano ameaçam campo de refugiados palestinianos

Em leitura:

Confrontos no norte do Líbano ameaçam campo de refugiados palestinianos

Tamanho do texto Aa Aa

Os combates entre o exército libanês e os militantes do grupo “Fatah al Islam”, colocam em risco a segurança dos 40 mil refugiados palestinianos no campo de Nahr Al-Bared no norte do Líbano.

Nove civis foram mortos esta manhã na troca de tiros e bombardeamentos que se prolongam desde ontem em torno da instalação, localizada nos arredores da cidade de Tripoli.

Os dois lados acordaram ao final da manhã um cessar-fogo para evacuação dos feridos, face à pressão da Cruz Vermelha Internacional.

No total mais de 40 pessoas morreram até agora, a maioria militares, nos mais graves confrontos internos no país desde a guerra civil de 1975-1990.

Responsáveis do Fatah palestiniano, demarcaram-se ontem do grupo armado, acusando-o de estar a defender interesses externos, num momento em que o conselho de segurança da ONU discute a criação de um tribunal para julgar os assassinos do antigo primeiro-ministro libanês Rafic Hariri.

Beirute que decidiu não intervir no campo de refugiados, sob controlo palestiniano, acusa os militantes armados de estarem ligados à Síria.

Damasco refuta as acusações.

Entretanto, um novo incidente durante a noite atingiu um bairro cristão em Beirute.

Uma viatura armadilhada explodiu junto a um centro comercial, matando uma pessoa e ferindo outras dez.

A polícia afirma tratar-se de um acto terrorista com o objectivo de desestabilizar a segurança no país.