Última hora

Última hora

Europeias na Bulgária: uma moção de censura ao poder socialista

Em leitura:

Europeias na Bulgária: uma moção de censura ao poder socialista

Tamanho do texto Aa Aa

As primeiras eleições europeias na Bulgária foram marcadas tanto por uma fraca participação – pouco mais de 28% – como pela vitória do partido da oposição, o GERB.

Um resultado que segundo os analistas representa um voto de rejeição do eleitorado ao partido socialista do primeiro-ministro Sergey Stanishev, ensombrado por escândalos de corrupção nas últimas semanas.

A formação deverá obter cinco lugares no Parlamento Europeu, tantos quanto o principal partido da oposição, o centrista GERB. Cinco outros lugares vão ser partilhados pelo partido turcófono MRF e pelos centristas do NMS.

As urnas atribuiram ainda três lugares de deputado aos ultranacionalistas do Ataka, partido eurocéptico de extrema-direita.

A Bulgária assim como a Roménia são vigiadas de perto por Bruxelas que fez depender a adesão à União de resultados no combate ao crime e à corrupção.

Os resultados finais das europeias na Bulgária deverão ser anunciados entre amanhã e quarta-feira.