Última hora

Última hora

38 mortos em explosão numa mina russa

Em leitura:

38 mortos em explosão numa mina russa

Tamanho do texto Aa Aa

Trinta e oito mortos é o balanço definitivo da explosão de metano numa mina de carvão na Sibéria divulgado pelo Ministério das Situações de Urgência. De acordo com as autoridades locais, 217 mineiros e engenheiros encontravam-se debaixo de terra no momento da explosão, que ocorreu quando eram 7h40 da manhã, menos três horas em Lisboa. As equipas de salvamento já terminaram as buscas.

Muitos familiares souberam da sorte dos seus próximos através de uma lista com os nomes das vítimas mortais. A mina de Iubileina está situada na região de Kemerovo, na parte oeste da Sibéria, a cerca de 40 quilómetros da mina Ulianovskaia, onde 110 mineiros perderam a vida no passado mês de Março, também devido a uma explosão de metano.

As duas minas são exploradas por uma empresa duramente criticada esta manhã pelo primeiro-ministro russo. Mikhail Fradkov referiu que a agência de segurança industrial “já encontrou infracções no trabalho da empresa Iujkuzbassougol. Trata-se de um problema sério. O novo acidente é muito perturbante. Este caso ultrapassa os limites do aceitável”, concluiu.

A agência citada pelo chefe de governo já fez saber num comunicado que tentou obter por duas vezes o encerramento da mina, após ter encontrado violações dos regulamentos de segurança, mas os tribunais não lhe deram razão. A última tentativa foi feita no dia 30 de Abril.

Kemerovo é por excelência a região de produção de carvão na Rússia. O sector emprega cerca de 250 mil pessoas, das quais 120 mil são mineiros.