Última hora

Última hora

Irão continua a desafiar comunidade internacional

Em leitura:

Irão continua a desafiar comunidade internacional

Tamanho do texto Aa Aa

O director-geral da Agência Internacional de Energia Atómica defende que o Irão deveria ser autorizado a preservar parte do seu programa de enriquecimento de urânio. Declarações que coincidiram com a publicação de um relatório das Nações Unidas segundo o qual a república islâmica estará a conseguir avanços substanciais no seu programa nuclear.

A posição de Mohamed el-Baradei surpreendeu a comunidade internacional, sobretudo os Estados Unidos que continuam a exigir a suspensão imediata do enriquecimento de urânio iraniano. O responsável da AIEA adiantou que o Irão estará apto a fabricar uma bomba atómica dentro de três a oito anos.

Teerão voltou a não respeitar um prazo de 60 dias segundo o qual deveria interromper o enriquecimento de urânio. Uma atitude que pode significar o endurecimento de sansões contra o país, depois de um segundo pacote de restrições ter sido aprovado em Março passado.

A persistência do Irão levou os Estados Unidos a enviar uma esquadra para o Golfo Pérsico. A marinha norte-mericana enviou nove navios de guerra que estão estacionados ao largo da costa iraniana.