Última hora

Última hora

Comissão Europeia junta-se ao dia internacional das crianças desaparecidas

Em leitura:

Comissão Europeia junta-se ao dia internacional das crianças desaparecidas

Tamanho do texto Aa Aa

Esta sexta-feira assinala-se o dia internacional das crianças desaparecidas, um problema que Portugal também enfrenta e que é actualmente mediatizado em torno do desaparecimento de uma criança inglesa no Algarve. A iniciativa procura mobilizar a sociedade para a crescente problemática do desaparecimento de menores em todo o mundo.

Este dia foi assinalado pela primeira vez em Nova Iorque em 1983, mas só começou a ser lembrado em países como a França há cerca de cinco anos. Por outro lado, a UE junta-se à divulgação da causa pelo segundo ano consecutivo.

Franco Frattini, vice-presidente da Comissão Europeia, apelou esta quinta-feira durante uma reunião do G-8 à cooperação internacional, que considerou como “absolutamente essencial para a erradicação de crimes na internet, tais como pornografia infantil, ou exploração de crianças”.

Enquantos os políticos apelam à cooperação, existem já organizações que se dedicam a procurar crianças desaparecidas.

Como por exemplo a fundação belga Child Focus, que há sete anos previne e investiga o desaparecimento e a exploração sexual de menores, dentro e fora da Bélgica.