Última hora

Em leitura:

Iuschenko assume controlo de forças do ministério do Interior e destitui procurador-geral


mundo

Iuschenko assume controlo de forças do ministério do Interior e destitui procurador-geral

Novo foco de tensão na crise política ucraniana. O presidente Viktor Iuschenko assumiu o controlo das forças armadas do ministério do Interior, depois de aliados do primeiro-ministro Viktor Ianukovich terem ocupado a procuradoria-geral em Kiev. O caos institucional em que se encontra o país foi ontem agravado com a decisão do chefe de Estado de destituir o procurador-geral.

Parlamentares e elementos de uma unidade especial de polícia leais a Ianukovitch obrigaram esta manhã forças de segurança encarregues de guardar edifícios governamentais a abandonar o gabinete do magistrado.

No exterior, apoiantes do primeiro-ministro marcavam posição. Para hoje prometem uma manifestação maciça na capital, anunciada pelo ministro do Interior. Vasyl Tsushko acompanhou ontem o procurador Sviastoslav Piskun, que se recusou acatar a decisão de Iuschenko e ocupou à força o gabinete onde exercia funções.

Piskun foi destituído um mês depois de ser reconduzido pelo chefe de Estado. Os acontecimentos levaram o presidente ucraniano a anular a participação num encontro de líderes da Europa Central e de Leste na República Checa e a convocar uma reunião nocturna com oficiais de segurança.

Dois meses depois do presidente decretar a dissolução do Parlamento, Ianukovich e Iuschenko continuam sem conseguir concordar numa data para a realização de legislativas antecipadas.

Saiba mais:

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

Artigo seguinte

mundo

Irlanda vai a votos