Última hora

Última hora

Nasdaq compra OMX por 2,7 mil milhões

Em leitura:

Nasdaq compra OMX por 2,7 mil milhões

Tamanho do texto Aa Aa

O mercado norte-americano de valores tecnológicos, Nasdaq, anunciou a compra da OMX, empresa que detém todas as principais bolsas da Escandinávia e Países Bálticos, incluindo Estocolmo, Helsínquia e Copenhaga. O negócio envolve 2,7 mil milhões de euros. Este é um grande passo na internacionalização do Nasdaq, depois da bolsa norte-americana ter falhado a tentativa de compra da bolsa de Londres, LSE.

A fusão vai dar origem a uma nova bolsa, chamada Nasdaq OMX, que vai ter 4000 empresas cotadas, incluindo as líderes mundiais no sector do software, a Microsoft, e nos telemóveis, a Nokia.

É mais um capítulo na onda de consolidação do panorama bolsista mundial, uma onda que viu o nascimento de gigantes como a NYSE Euronext, resultado da fusão entre a praça nova-iorquina e a bolsa pan-europeia. Já a Deutsche Boerse, operadora da bolsa de Frankfurt, tem planos para a compra da International Securities Exchange, com sede em Nova Iorque.

A notícia de mais este negócio causou fortes subidas nos papéis quer da OMX quer do Nasdaq. O novo grupo vai ter um valor de mercado superior a cinco mil milhões de euros e vai ser detido, em cerca de dois terços, pelos actuais accionistas do Nasdaq. O governo sueco, que é accionista de 6,6%, ainda não decidiu o que vai fazer.