Última hora

Última hora

TNK-BP perde licença de exploração

Em leitura:

TNK-BP perde licença de exploração

Tamanho do texto Aa Aa

O consórcio TNK-BP está mais longe de assegurar o controlo da exploração petrolífera de Kovykta, na Sibéria. Um tribunal de Irkutsk deu razão, estas segunda-feira, às autoridades de Moscovo, que estavam a ameaçar retirar a licença.

A razão apontada para esta medida é o facto de o complexo estar a produzir cerca de quatro vezes menos que os objectivos iniciais. A TNK BP refuta este argumento e diz que só está a produzir abaixo das capacidades porque lhe foi negada uma licença de exportação e o mercado local não pode absorver um volume maior.

Esta é mais uma derrota de um grupo petrolífero ocidental, no mercado russo da energia, cada vez mais fechado às empresas estrangeiras.

O anterior caso teve a Shell como protagonista. O consórcio liderado pelo grupo anglo-holandês perdeu o controlo do complexo Sacalina-2 para o gigante russo Gazprom, por razões alegadamente ecológicas, mas em que muitos vêem uma manobra do Kremlin para afastar os estrangeiros.