Última hora

Última hora

Golpe de Estado na Tailândia prossegue nos tribunais

Em leitura:

Golpe de Estado na Tailândia prossegue nos tribunais

Tamanho do texto Aa Aa

A Tailândia vive um novo episódio na crise política instalada no país após o golpe militar de Setembro passado. O Tribunal Constitucional vai anunciar nas próximas horas se dissolve o partido Thai Rak Thai, do primeiro-ministro deposto, acusado de fraude eleitoral.

Esta manhã, após 3 horas de deliberações, os juízes ilibaram o partido democrata das mesmas acusações. Em jogo está agora a eventual dissolução do maior partido tailandês e a condenação dos seus líderes a 5 anos de afastamento da vida política. O líder do Thai Rak Thai mostrava-se confiante que, independente do veredicto, a sua formação poderá prosseguir o combate político.

Face à eventualidade de protestos de rua, 15 mil militares foram mobilizados em diversas zonas do país. Os responsáveis da junta militar ponderam decretar o estado de emergência no país. A decisão do Tribunal Constitucional, ocorre a dois meses de um referendo às reformas constitucionais propostas pela junta militar no poder, que pretende convocar eleições em Dezembro.

O antigo primeiro-ministro, refugiado em Londres, é acusado de fraude à lei eleitoral e de corrupção de deputados para tentar obter o quórum suficiente para governar em Abril.