Última hora

Última hora

Lugovoy acusa Berezovski e britânicos da cabala para matar Litvenko

Em leitura:

Lugovoy acusa Berezovski e britânicos da cabala para matar Litvenko

Tamanho do texto Aa Aa

Andrei Lugovoy falou e a guerra que prometeu aí está; foi desencadeada com jeito de mestre da espionagem internacional: Litvinenko não terá sido envenenado pelos russos, mas pelos britânicos ou pelo patrão que chantageava.

O empresário e ex-agente do KGB começou por anunciar que ia fazer luz sobre esta história política sombria. Os principais protagonistas são os serviços secretos britânicos,
Boris Berezovski e Alexandre Litvinenko que está morto”

Lugovoy denuncia que o queriam recrutar para os serviços secretos britânicos: propuseram-lhe recolher informações comprometedoras sobre Putin e os membros da família.
Mas a luz prometida sobre o caso, não é clara. Lugovoy adianta três hipóteses para a morte do espião de origem russa ao serviço dos agentes secretos do Reino de Sua Magestade mas pago (e mal) por Berezovski: uma delas, inclui a chantagem ao patrão… que lhe pode ter causado a morte.
Outra acusação de Lugovoy é que Litvinenko não foi envenenado naquele bar, publicamente, mas antes. Aquela referência dos serviços britânicos serve apenas para o culpabilizar. Quando ele até tinha tido oportunidades melhores para envenenar o agente, se quisesse, sem testemunhas.
Lugovoy é acusado pela justiça britânica do assassinato do antigo espião russo Alexandr Litvinenko, mas devolveu brilhantemente, a acusação ao MI6 e a Bereovzski…