Última hora

Última hora

Quarto suicídio na prisão de Guantanmo volta a quebrar o silêncio

Em leitura:

Quarto suicídio na prisão de Guantanmo volta a quebrar o silêncio

Tamanho do texto Aa Aa

O silêncio que pesa em torno do campo de detenção de Guantanamo, na ilha de Cuba, volta a ser quebrado, com o anúncio de um suicídio no interior das instalações, o quarto desde a criação da polémica prisão em 2002. Segundo o comando militar norte-americano do Sul, com base em Miami, um prisioneiro saudita terá sido encontrado sem vida na sua célula. Os militares não precisam as causas da morte.

As organizações humanitárias denunciam a degradação das condições no interior do campo, onde 380 pessoas estão detidas sem culpa formada, sem acesso a um advogado e em condições de isolamento total.