Última hora

Última hora

Indústrias passam a ser responsáveis pelos produtos químicos no mercado

Em leitura:

Indústrias passam a ser responsáveis pelos produtos químicos no mercado

Tamanho do texto Aa Aa

As empresas da União Europeia, que importem, produzam ou usem produtos químicos devem avaliar os riscos decorrentes da sua utilização. Pelo menos é o que define o regulamento Reach um sistema único de registo, avaliação e autorização de produtos químicos, que entrou esta sexta feira em vigor nos 27 estados membros.

O consumidor é quem mais ganha. A nova directiva deve permitir até 2018 analisar e registar cerca de 30 mil susbtâncias fabricadas ou importadas pela União Europeia. Depois de efectuados os testes espera-se que possam ser retirados do mercado os químicos associados ao aparecimento de doenças como o cancro e a infertilidade.

Recorde-se que 1.500 das 30 mil substâncias utilizadas actualmente pelas empresas são consideradas de risco. A responsabilidade passa, assim, das entidades públicas para a indústria. Mas as organizações ecologistas defendem medidas mais restritas para garantir que a oferta de produtos é feita com segurança e não com base em critérios económicos.

A entrada em vigor do regulamento Reach concide com a inauguração em Helsiquia da Agência Europeia de Produtos Quimicos, a quem cabe aplicar a directiva europeia.