Última hora

Última hora

EUA e Rússia podem superar crise sobre escudo antimíssil

Em leitura:

EUA e Rússia podem superar crise sobre escudo antimíssil

Tamanho do texto Aa Aa

Se trabalharem em conjunto de forma transparente, a Rússia e os Estados Unidos não vão ter quaisquer problemas para resolverem a questão do radar antimíssil norte-americano.

Quem o diz são os dois chefes de Estado, que se reuniram esta quinta-feira em Heiligendamm, onde está a decorrer a cimeira do G8, e a julgar pela boa disposição dos dois líderes ninguém diria que os últimos meses têm sido extremamente tensos entre Washington e Moscovo.

Vladimir Putin afirmou ter proposto a Bush “a utilização da estação rádio que Moscovo aluga ao Azerbaijão e que se chama Gabala.” O presidente russo acrescentou ainda que se a proposta avançar, “o novo sistema de defesa não cobrirá apenas uma parte da Europa, mas a Europa inteira sem excepção.”

George W. Bush afirmou que “como resultado das discussões, ambos estão de acordo sobre a necessidade de manterem “um diálogo estratégico” e de criarem “oportunidades para trocaram ideias e preocupações entre os departamentos de Estado, de Defesa e autoridades militares.”

A intenção norte-americana de instalar um sofisticado sistema de defesa antimíssil na Polónia e na República Checa é vista por Moscovo como uma
ameaça.

Vladimir Putin chegou mesmo a ameaçar apontar novos mísseis para a Europa se os Estados Unidos avançarem com o projecto de defesa antimíssil.