Última hora

Última hora

Executivo britânico apresenta reforço de medidas anti-terrorismo

Em leitura:

Executivo britânico apresenta reforço de medidas anti-terrorismo

Tamanho do texto Aa Aa

O Reino Unido deverá adoptar legislação mais dura contra o terrorismo.

John Reid, o secretário de Estado do Interior, propôs ao parlamento uma série de medidas que são objecto de críticas por parte das organizações de direitos humanos.

Entre as novas medidas, está a extensão para mais de 28 dias o período em que um suspeito pode estar detido sem acusação formada. Tony Blair tentou fazer o mesmo em 2005 mas não conseguiu
devido a falta de acordo entre os parlamentares.

Por isso, diz John Reid, desta vez é preciso encontrar consensos e um apoio forte do deputados, em especial dos deputados trabalhistas.

O futuro primeiro-ministro, Gordon Brown, dá total apoio a uma nova legislação e, tal como Reid, tenta reunir colegas de partido e oposição para evitar o fracasso de 2005.

Outra medida a aplicar poderá ser também a permissão para levar de escutas telefónicas a tribunal de forma a serem apresentadas como prova. Os poderes dos juízes deverão ser reforçados e as penas agravadas.

Reid pede um aumento do orçamento para a segurança, que foi várias vezes reforçado desde os ataques de 11 de Setembro de 2001 nos Estados Unidos e duplicado depois dos atentados de Londres, onde perderam a vida 50 pessoas e setecentas ficaram feridas.