Última hora

Última hora

Alegados agentes da CIA começam a ser julgados em Milão

Em leitura:

Alegados agentes da CIA começam a ser julgados em Milão

Tamanho do texto Aa Aa

A justiça italiana começou a julgar esta sexta-feira 26 americanos e seis italianos acusados do rapto de um alegado suspeito terrorista egípcio. A acusação envolve o antigo director dos serviços secretos militares italianos, Nicolo Pollari, que alegadamente participou na operação de rapto e extradição de Hassan Mustafa Osama Nasr.

O Imã da Mesquita de Milão foi raptado numa rua da cidade em 2003 e diz-se vítima de maus tratos enquanto esteve detido. O ministério público italiano afirma que o egípcio terá sido transportado para bases americanas, primeiro em Itália e em seguida na Alemanha, antes de chegar ao Cairo onde esteve detido durante quatro anos.

Os cidadãos norte-americanos envolvidos na detenção são alegados agentes da CIA. Washington já recusou qualquer eventual pedido de extradição dos 26 homens que começaram hoje a ser julgados à revelia.