Última hora

Última hora

Ameaça inflacionista subsiste na Zona Euro

Em leitura:

Ameaça inflacionista subsiste na Zona Euro

Tamanho do texto Aa Aa

As taxas de juro na Zona Euro continuam a favorecer o crescimento e os riscos inflacionistas ainda são uma ameaça para a estabilidade de preços.

Estas são as grandes conclusões do discurso de Jean-Claude Trichet, esta segunda-feira, perante os membros da Comissão Monetária e Económica do Parlamento Europeu.

O presidente do Banco Central Europeu afirmou que estão reunidas “as condições para a economia da Zona Euro continuar a crescer a um ritmo sustentado. As exportações beneficiam com este crescimento e o momento forte da procura interna deverá manter-se enquanto houver um aumento do emprego.”

Trichet reafirmou que os dados económicos divulgados nos últimos tempos “confirmam, claramente, que a economia da Zona Euro continua a expandir-se a um ritmo que é significativamente mais forte do que o esperado”.

Isto apesar da queda da produção industrial em França, Itália e Alemanha, recuos que não esperados pelos economistas. No entanto, o sector dos serviços registou resultados superiores aos esperados em Maio.

Na semana passada o BCE anunciou um aumento de juros de 25 pontos base para os 4%. A autoridade monetária deverá aumentar pelo menos mais uma vez a taxa de referência este ano.