Última hora

Última hora

Eleitorado belga puniu primeiro-ministro

Em leitura:

Eleitorado belga puniu primeiro-ministro

Tamanho do texto Aa Aa

Guy Verhofstadt primeiro-ministro e lider dos liberais flamengos, foi o grande derrotado nas eleições legislativas belgas, celebradas este domingo. Verhofstadt não conseguiu mais de 18,5 por cento dos votos, de acordo com as projecções avançadas pelas televisões belgas.

Um perda de seis pontos percentuais, em relaçao às últimas legislativas. “O eleitorado escolheu uma outra maioria, diferente daquela que governou o país, nos últimos oito anos”, reconheceu Verhofstadt.

O ainda ministro das Finanças e lídere dos liberais francófonos, Didier Reynders, com 28 por cento, consegiu uma outra vitória. Colocou os socialistas da Valónia fora de qualquer solução política. “O centro de gravidade mudou. Já não está no Partido Socialista”.

Os Verdes, com 10 por cento dos votos, alimentam a esperança de poderem integrar a nova coligação governamental, chefiada pelo democrata cristão, Ives Leterme.

O Vlaams Belang conseguiu 20 por cento, um pouco menos que as previsões iniciais. Mas a extrema direita não tem qualquer possibilidade de integrar a próxima coligação governamental. Existe aquilo que se chama um “cordão sanitário”, isto é, um acordo ético-político, entre todos os outros partidos, para impedir o acesso ao poder da extrema-directa.