Última hora

Última hora

Sudão aceita força mista da União Africana e da ONU no Darfur

Em leitura:

Sudão aceita força mista da União Africana e da ONU no Darfur

Tamanho do texto Aa Aa

O governo do Sudão aceitou o envio de uma força mista de manutenção de paz da União Africana e das Nações Unidas para o Darfur. O contingente deverá contar com mais de 17 mil soldados e perto de quatro mil polícias, provenientes essencialmente de países africanos. O Darfur conta já com uma missão da União Africana que, dependente do financiamento de países doadores, tem bastantes dificuldades em mostrar-se eficaz.

O acordo agora alcançado segue-se a meses de negociações e ameaças de sanções contra Cartum, para que aceite uma missão internacional na remota região sudanesa, afectada por quatro anos de intensa violência. As Nações Unidas classificam a situação no Darfur como uma das piores crises humanitárias. Os combates entre os rebeldes e as milícias árabes Janjaweed, iniciados em Fevereiro de 2003, fizeram mais de 200 mil mortos e 2,5 milhões de deslocados.

Para avançar, a nova força de manutenção de paz necessita agora da aprovação de financiamento por parte do Conselho de Segurança da ONU.