Última hora

Última hora

Polícia indonésia capturou líderes máximos da Jemaah Islamiah

Em leitura:

Polícia indonésia capturou líderes máximos da Jemaah Islamiah

Tamanho do texto Aa Aa

A Jemaah Islamiah, a maior organização terrorista do Sudeste asiático, está mais uma vez sem líderes. A polícia antiterrorista indonésia anunciou a detenção do líder máximo da rede islâmica. Zarkasih, 45 anos, foi detido no sábado na ilha de Java, horas depois de ter sido capturado outro alto responsável. Abu Dujama, 37 anos, já confessou ser o líder do braço armado da organização. Nas mesmas operações foram detidos outros seis membros.

A Jemaah Islamiah é o braço da al-Qaida no Sudeste asiático e luta para criar um estado islâmico na região. O grupo é acusado de vários atentados na Indonésia, entre eles o ataque ao hotel Marriott e à embaixada da Austrália, em Jacarta, mas os piores ocorreram em Bali. Em 2002, várias explosões em restaurantes e discotecas mataram mais de 200 pessoas, sobretudo, turistas australianos. A estância voltou a ser atacada em 2005.

A polícia indonésia multiplicou, nos últimos anos, as detenções, mas a organização tem conseguido sobreviver à captura dos diferentes chefes.