Última hora

Última hora

Territórios palestinianos mais do que nunca divididos

Em leitura:

Territórios palestinianos mais do que nunca divididos

Tamanho do texto Aa Aa

Depois de uma semana de combates que mataram mais de uma centena de pessoas na Faixa de Gaza, os apoiantes do Hamas sairam às ruas de Gaza para celebrar a vitória do movimento que controla todo o território.

Um milhão e meio de palestinianos estão agora completamente isolados do resto do mundo, uma vez que as forças do Hamas tomaram conta de todos os pontos estratégicos e do posto fronteiriço de Rafah, entre Gaza e o Egipto, a única porta do território com o mundo.

Durante o dia de sexta-feira não houve confrontos, apesar de alguns tiros esporádicos, mas por todo o lado se repetiram as cenas de pilhagens nos locais do Fatah e nas casas dos dirigentes do movimento. O Hamas libertou 10 chefes da segurança do Fatah, depois de os ter acusado de responsabilidade num golpe contra o grupo islâmico.

Na Cisjordânia, são as cores do Fatah que movimentam as multidões nas ruas de Ramallah e Belém. Milhares de pessoas manifestam o apoio ao presidente Mahmoud Abbas e ao seu movimento Fatah.

Segundo algumas agência noticiosas, O Fatah terá imposto um ultimato aos elementos do Hamas para deixarem os territórios da Cisjordânia num prazo de 48 horas. A crise criou uma situação bicéfala nos territórios, com o risco de dois poderes: um do Hamas em Gaza, outro do Fatah na Cisjordânia.