Última hora

Última hora

Fatah e Hamas desafiam-se na Cisjordânia

Em leitura:

Fatah e Hamas desafiam-se na Cisjordânia

Tamanho do texto Aa Aa

Os palestinianos de Gaza continuam em fuga apesar das promessas de estabilidade do Hamas. São sobretudo os apoiantes da Fatah, o movimento do presidente da Autoridade Palestinina que tentam abandonar o território completamente dominado pelos radicais islâmicos.
Presidente da Autoridade Palestiniana assinou esta noite o decreto que autoriza o ministro das Finanças cessante, o independente Salam Fayyad, de formar um governo de emergência após a dissolução do gabinete dominado pelo Hamas.
Fayyad deverá dar a conhecer os membros do novo gabinete nas próximas horas, sabendo-se que uma boa parte dos novos ministros deverão ser independentes.
Enquanto ministro das finanças os seus esforços tranquilizaram os países dadores, que aumentaram as contribuições e lhe valeram mesmo os elogios do Presidente norte-americano.
União Europeia condenou severamente a tomada de poder do Hamas em Gaza e os membros do Quarteto para Oriente Médio manifestaram o apoio a Mahmud Abbas.
Na Cisjordânia os apoiantes de Abbas multiplicam os actos de vingança contra partidários do Hamas e a tensão crescente ameaça degenerar em violência à semelhança do que se passou em Gaza a semana passada. Os militantes da brigada dos Mártires de Al-aqsa destruiram edifícios e escritórios do Hamas no terrirório.