Última hora

Última hora

Ruptura Royal-Hollande desvia atenções de bom resultado socialista nas legislativas francesas

Em leitura:

Ruptura Royal-Hollande desvia atenções de bom resultado socialista nas legislativas francesas

Tamanho do texto Aa Aa

O Partido socialista francês protagonizou uma dupla surpresa. Consolidou este domingo a posição como principal força da oposição, com um resultado melhor do que o inicialmente previsto.

No entanto, as atenções viraram-se rapidamente para as notícias da separação entre a ex-candidata presidencial e o secretário-geral do partido.

Ségolène Royal garantiu que “se opôs, após ser questionada por um jornalista, a que a informação fosse divulgada em pleno debate sobre as eleições legislativas”.

O líder do partido socialista disse, por seu lado, que a separação não terá consequências políticas.

François Hollande não pretende recandidatar-se à chefia do PS em 2008. Royal mostrou vontade de prosseguir com um “compromisso político forte” e Hollande disse hoje que “é lógico que ela dê a conhecer as suas pretensões”.

A ex-candidata presidencial não esconde a ambição de assumir a liderança dos socialistas. No entanto, Royal não quer uma confrontação política e pretende respeitar o calendário do ex-companheiro.