Última hora

Última hora

"Les Echos" em greve depois de proposta de venda

Em leitura:

"Les Echos" em greve depois de proposta de venda

Tamanho do texto Aa Aa

Amanhã será impossível comprar o jornal diário francês Les Echos. Os jornalistas do orgão de comunicação entraram em greve, depois do anúncio de uma possivel venda do título a Bernard Arnault, presidente do grupo LVMH e dono do jornal rival, La Tribune.

A editora britânica que detém o Les Echos, a Pearson, recusou-se a comentar se as negociações com Arnault eram exclusivas e negou ainda avançar com valores para a possível venda do título frances.
De acordo com a edição de hoje do diário Le Monde, Arnault ofereceu 250 milhões de euros pelo jornal e estabeleceu o prazo de um dia para uma resposta definitiva.

O Wall Street Journal anunciou ainda que a Pearson e a General Electrical poderão estar a estudar uma possível fusão.