Última hora

Última hora

Reino Unido prevê libertação antecipada de reclusos

Em leitura:

Reino Unido prevê libertação antecipada de reclusos

Tamanho do texto Aa Aa

Centenas de reclusos poderão ser libertados antecipadamente no Reino Unido, numa polémica decisão do governo para aliviar o excesso de população nas prisões de Inglaterra e do País de Gales.

A medida beneficiará detidos com penas de até 4 anos, excluindo responsáveis por crimes violentos ou de natureza sexual.

O ministro da Justiça, Lord Falconer, explicou que podem ser libertadas a partir do fim do mês 1200 vagas em prisões e entre 400 e 500 por semana ao longo do ano.

O responsável pelos Assuntos Internos na oposição conservadora diz que “é o resultado previsível de vários anos de governo a ignorar o problema do crescimento rápido do número de detidos, sem um aumento suficiente nas vagas em estabelecimentos prisionais”. David Davies diz que o executivo “foi avisado várias vezes” e agora vai “colocar a população em risco”.

Os Tories consideram também que se trata de uma tentativa por parte do governo para resolver um assunto delicado antes de Gordon Brown suceder a Tony Blair, no dia 27 de Junho.