Última hora

Última hora

Alerta humanitário em Gaza

Em leitura:

Alerta humanitário em Gaza

Tamanho do texto Aa Aa

A situação humanitária degrada-se a cada dia que passa na Faixa de Gaza. Israel socorreu quatro palestinianos feridos que se encontravam junto à passagem de Erez e prestou-lhes assistência hospitalar. Uma ajuda iniciada ontem e que se resume a civis e a activistas do Fatah, feridos por balas disparadas por militantes do Hamas.

O território, com pouco mais de 350 quilómetros quadrados e perto de um milhão e meio de habitantes, é o mais densamente povoado do mundo.

O responsável palestiniano Saeb Erekat expressa uma grande preocupação face à situação dos habitantes de Gaza e afirma que estão a ser estudadas várias opções para melhorar a sua condição.

A banda mediterrânica está sem contactos com o mundo exterior. Israel controla todos os acessos e tem como objectivo asfixiar os islamitas do Hamas por todos os meios. De acordo com as agências da ONU no terreno, se as fronteiras se mantiverem fechadas a escassez de bens essenciais será um facto dentro de duas a quatro semanas.