Última hora

Última hora

Comandante da polícia italiana sob inquérito judicial

Em leitura:

Comandante da polícia italiana sob inquérito judicial

Tamanho do texto Aa Aa

O chefe da polícia italiana está a ser investigado por incitação a falsos tetemunhos. Gianni de Gennaro é suspeito de estar implicado na repressão violenta de uma manifestação anti-globalização. O caso remonta a 14 de Junho de 2001 quando as forças da ordem invadiram uma escola em Génova que se encontrava ocupada por manisfestantes mobilizados contra a cimeira do G8.

Segundo o testemunho de um oficial da polícia, que compareceu perante um tribunal genovês em 2005 juntamente com outros 28 membros das forças de segurança, a acção policial que teve lugar no edifício foi uma carnificina. Michelangelo Fournier descreveu na altura perante os juízes o modo como alguns dos seus colegas brutalizaram os manifestantes.

O caso chocou a Itália depois de não muito longe da escola os confrontos entre as forças da ordem e os alter mundialistas ter resultado na morte de um jovem de 23 anos. Carlo Giuliani, era um dos 300 mil manifestantes e foi morto com uma bala na cabeça disparada por um carabineiro.