Última hora

Última hora

LSE e Borsa Italiana confirmam projecto de fusão

Em leitura:

LSE e Borsa Italiana confirmam projecto de fusão

Tamanho do texto Aa Aa

A bolsa de Londres, LSE, confirmou que está em vias de fundir-se com a Borsa Italiana, empresa que gere a bolsa de Milão.

A LSE rejeitou, nos últimos dois anos, cinco tentativas de compra feitas por bolsas estrangeiras. Agora, parece estar finalmente disposta a fazer uma união com uma entidade não-britânica.

Ambas as partes parecem interessandas no negócio. Querem proteger-se do isolamento, numa altura em que o sector das bolsas está em cada vez maior consolidação.

A bolsa pan-europeia Euronext, ao fundir-se com a norte-americana NYSE, formou um mega-gigante com um total de acções cotadas no valor de 19 biliões de euros, mais do triplo da segunda maior praça europeia, a LSE.

As bolsas de Frankfurt, Madrid e Milão mantêm-se independentes e seguem-se na lista das maiores da Europa.

O projecto de fusão foi apresentado esta quinta-feira pelo presidente da Borsa Italiana, Massimo Capuano, aos outros membros do Conselho de Administração.

Embora não tenham sido divulgados pormenores, sabe-se que os britânicos devem, em princípio, ter a fatia maioritária na nova entidade. O mercado norte-americano Nasdaq é accionista de uma fatia de 30% na LSE.