Última hora

Última hora

Sarkozy determinado a levar reformas adiante

Em leitura:

Sarkozy determinado a levar reformas adiante

Tamanho do texto Aa Aa

Na primeira entrevista à televisão depois de ter sido eleito, o presidente francês Nicolas Sarkozy garantiu que vai instituir os serviços mínimos em caso de greve dos transportes, reformar as universidades e experimentar a introdução do chamado IVA social.

“Pega-se nos impostos sobre o rendimentos e coloca-se no IVA. Aligeiramos a carga fiscal sobre o trabalho e aumentamos no IVA. Mas no total, não reduzimos o poder de compra dos franceses porque o que é menos caro a produzir, baixa o preço da produção, compensado pelo aumento do IVA.”

A entrevista foi dada no dia do primeiro conselho de ministros do remodelado governo, em que Christine Lagarde passou a ter a tutela da economia. Na reunião foi apresentado o projecto económico de Sarkozy, que prevê a reforma das horas extraordinárias e reduções fiscais para relançar o crescimento económico.

O partido socialista criticou vivamente o projecto por considerar que, além de conter medidas sociais injustas, o documento não prevê receitas extraordinárias para sustentar as reformas.