Última hora

Última hora

Conselho de Europa denuncia "pornografia chique" e publicidade sexista

Em leitura:

Conselho de Europa denuncia "pornografia chique" e publicidade sexista

Tamanho do texto Aa Aa

Nos meios publicitários chamam-lhe a “pornografia chique”: a mulher como chamariz para vender os mais variados produtos. O Conselho da Europa denuncia: trata-se de publicidade sexista, onde não há relação entre o produto publicitado e a representação da mulher.

O relatório, aprovado pela assembleia parlamentar do Conselho da Europa, é da autoria de Gulsun Bilgehan, uma socialista turca que alerta para os perigos potenciais deste tipo de publicidade: “Sabemos que, por exemplo, nos países industrializados, cada pessoa recebe dois mil e 500 impactos publicitários por dia. Sobretudo os jovens são muito influenciados por estes ‘spots’ publicitários e, em geral, a publicidade difunde uma imagem desfocada da realidade, em especial da realidade das mulheres.”

O relatório pede, aos publicitários, que renunciem aos estereótipos sexistas que rebaixam a mulher, e apela à criação de um número verde ou de um email, através dos quais os cidadãos possam denunciar anúncios onde a imagem da mulher atente contra a dignidade da pessoa humana.

Quem sabe se, para satisfazer feministas, mas não só, nos próximos salões do automóvel, as mulheres sensuais serão substituídas por homens charmosos.