Última hora

Última hora

O exército turco pressiona Ancara e insiste na necessidade de uma operação transfronteiriça contra os rebeldes curdos no norte do Iraque

Em leitura:

O exército turco pressiona Ancara e insiste na necessidade de uma operação transfronteiriça contra os rebeldes curdos no norte do Iraque

Tamanho do texto Aa Aa

Reiterando declarações já proferidas em Abril, o chefe do Estado Maior do Exército turco voltou a pedir “luz verde” ao governo para uma incursão em território iraquiano com o objectivo de combater os militantes do ilegalizado Partido dos Trabalhadores do Curdistão.

O general Yasar Buyukanit acusou também países aliados da Turquia – sem especificar nomes – de apoiarem “directa ou indirectamente” o PKK.

O exército tem pressionado o governo do islamista moderado Recep Tayyip Erdogan para autorizar a incursão no norte do Iraque, mas Ancara parece privilegiar a diplomacia com a aproximação das legislativas de 22 de Julho.

Cerca de 100 mil soldados e blindados estão concentrados na zona fronteiriça com o Iraque. Elementos do exército mataram hoje oito rebeldes no lado turco da fronteira, no último episódio da recente escalada na violência entre separatistas e militares.

O PKK recorreu à luta armada em 1984 para defender a autonomia de 12 milhões de curdos que vivem na Turquia. Desde então, os combates fizeram cerca de 35.000 mortos.